CONTRATOS DA SAÚDE

Câmara quer renovação dos temporários

02/02/2024 00:03 - por Letícia Rodrigues

Não dá tempo para concurso

Concentração em frente à Prefeitura pela causa dos autistas de Cachoeira do Sul

Um grupo de vereadores reuniu-se com a prefeita Angela Schuh e com o secretário de Saúde Paulo Gonçalves para cobrar providências com relação aos contratos temporários de 39 servidores da pasta, que se encerram no próximo dia 24. Os parlamentares pediram a prorrogação da permanência dos funcionários, já que um concurso público para o preenchimento das vagas demanda tempo e as vagas ficariam ociosas nesse período.

O secretário ressaltou que, em algumas áreas, seria preciso que os profissionais selecionados pelo concurso ainda participassem de treinamentos para poderem atuar, o que demandaria um tempo maior para que eles começassem a trabalhar. Gonçalves acrescentou que a contratação emergencial tem custo menor para o Município. Segundo ele, os 39 profissionais hoje custam R$ 115.044,85 por mês, enquanto via concurso, o custo seria mais do que o dobro: R$ 244.698,14 mensais.

DEPENDE DOS VEREADORES
“Nosso pedido será para que os vereadores autorizem a prorrogação do contrato por mais um ano. Além da economia, isso não mudaria o andamento do trabalho”, informou o secretário. A prefeita aguarda a primeira sessão da Câmara Municipal em 2024, no próximo dia 19, para saber o posicionamento do restante dos vereadores sobre o tema, via análise de projeto de lei que será encaminhado ao Legislativo municipal. Alguns dos legisladores que estiveram na reunião já afirmaram que votarão a favor do pedido da Prefeitura.


Familiares de autistas também foram atendidos

Aproveitando a reunião dos vereadores no gabinete, familiares de crianças autistas foram para a frente da Prefeitura chamar a atenção para o esvaziamento dos serviços especializados na área. Hoje, os autistas são atendidos pela Prefeitura com apenas duas psicólogas e uma fisioterapeuta.

Até o ano passado eram 5 psicólogas, uma assistente social, um fisioterapeuta e uma estagiária. A baixa se deu em razão do vencimento de contratos emergenciais, que não foram renovados. O grupo estava preocupado ainda com o local dos atendimentos, que passará do prédio do programa TEAtende para as imediações do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Infantil.

CONTRATO EMERGENCIAL

A prefeita Angela Schuh recebeu o grupo e informou que novas contratações emergenciais serão efetuadas assim que os vereadores aprovarem projeto de lei autorizando essa prática. A proposta será encaminhada à Câmara Municipal antes do próximo dia 19, quando as sessões ordinárias serão retomadas.

Faça seu login para comentar!
26/02/2024 00:04

CONTRATOS

5 urgências na Câmara

Todas são de autorização ou renovação de contratos emergenciais

24/02/2024 00:06

OPERAÇÃO FANDANGO

O que ainda tem para o Zé

5 meses depois, MP ainda não apresentou denúncia de corrupção

24/02/2024 00:04

CRISE DE PESSOAL

Smed chama monitores voluntários

Busca através de programa do Sesc

23/02/2024 18:03

Atendimento

Serviços do TeAtende serão prestados em consultórios particulares

Secretário da Saúde garante que serviços não serão cancelados, apesar de suspensão momentânea

23/02/2024 00:00

INSCRIÇÃO ATÉ DIA 28

Processo seletivo do Caps AD garante mais tempo

22/02/2024 10:36

CONTEÚDO DO JP IMPRESSO

Ação de improbidade contra Zé

MP pede responsabilização de ex-procurador Robinson Zahn e de empresário

22/02/2024 00:06

ASFALTO DA DAVID

Ação de improbidade contra Zé

MP pede responsabilização de ex-procurador Robinson Zahn e de empresário

22/02/2024 00:04

ANÚNCIO DE ANGELA

Reajuste na Prefeitura será de 4,62%

Refeisul a R$ 500,00 para o funcionalismo

21/02/2024 00:01

BALANÇOS DE 2023

2,5 milhões em hora extra

Em relação a 2022, redução do gasto na Prefeitura foi de 33%

20/02/2024 20:17

Prefeitura

Reajuste de 4,62% e vale de R$ 500 para funcionalismo

Proposta foi apresentada ao Siprom pela prefeita nesta terça

20/02/2024 15:17

Mobilização

Unisc cobra indicação de imóvel para projeto da Medicina

Universidade de reuniu com a comissão pró-Medicina de forma virtual na segunda-feira

20/02/2024 00:00

NOVO HORÁRIO

Votações em regime de urgência fora da pauta