Blog dos Bichos

Tosse de cachorro: o que pode ser?

10/09/2022 11:30 - por Cristiane Vieira da Cunha

A tosse em cães pode ser muito comum! O problema, na maioria das vezes, é identificar a causa dela, pois pode tanto ser um sinal clínico de um quadro isolado — como um engasgo com água — quanto de casos que exijam mais atenção e acompanhamento — como doenças respiratórias ou cardíacas. 


O que pode causar tosse de cachorro?
De modo geral, a tosse é um mecanismo de defesa do organismo contra agentes irritantes e possíveis invasores do sistema respiratório. Mas existem vários motivos que podem levar o cão a tossir, que não necessariamente estejam relacionados às vias respiratórias. 

Os mais comuns são:
Por engasgo:
quando o animal ingere algo que não é corretamente deglutido, como comida, água ou até pedaços de objetos. Nesses casos, ele pode tentar vomitar e colocar as patinhas na boca, como se estivesse tentando se livrar de algo;

A tosse dos canis: é a “gripe” dos cães, causada comumente pela bactéria Bordetella bronchiseptica e pelo vírus da parainfluenza canina (CPIV);

Vermes pulmonares: infecção por parasitas no sistema respiratório. Para evitar, é ideal manter a vermifugação do pet em dia; 

Doenças cardíacas: as cardiopatias podem afetar o sistema respiratório dos cães, tanto pelo aumento do coração, quanto pela congestão pulmonar que ocorre em decorrência da insuficiência cardíaca, gerando não só tosse, mas também dificuldade de respirar e cansaço excessivo.

Na hora de o profissional identificar a origem da tosse, o modo como elas se apresentam auxilia bastante no diagnóstico.  

Tipos de tosse de cachorro
Podemos classificar a tosse em relação ao seu tempo de duração (em aguda e crônica) e também em relação à expectoração (seca ou úmida):

Crônica: é aquela de mais longa duração. Geralmente, é uma tosse mais sutil, mas que ocorre há diversas semanas;

Aguda: aparece subitamente, sendo normalmente mais intensa e frequente;

Seca: não apresenta secreção;

Úmida: é acompanhada de muco — o que nem sempre é fácil perceber, já que um engasgo também pode culminar em liberação de saliva, o que pode parecer secreção respiratória.

Uma tosse seca, por exemplo, pode ser sinal de uma doença cardíaca — dependendo do grau de alteração no coração do animal, levando então a uma tosse seca e crônica. 

Já a tosse do tipo úmida pode indicar inflamação de origem infecciosa, como a gripe canina. Nesse caso, normalmente, o animal vai tossir de maneira mais aguda e intensa (portanto, seria uma tosse úmida e aguda.)

Como descobrir o motivo da tosse canina?
O mais recomendado é levar o seu pet ao Médico-Veterinário para um exame clínico. Nessa primeira avaliação, o profissional já consegue excluir algumas possibilidades e pode pedir outros exames para dar um diagnóstico certeiro.