Blog dos Espíritos

A porta estreita

08/04/2024 11:33 - por Rosane Sacilotto

Jesus nos convida à renovação
Ao vivenciar sua jornada encarnatória na Terra, Jesus produziu um impacto jamais visto, convidando a todos que o seguem à alteração de conduta para a caridade, a fé e o amor. Os seus ensinamentos traçaram normativas de vida e de renovação, proporcionando dignidade e recuperação dos valores morais em todos os tempos e para todos os povos.

Emmanuel nos diz, na obra “Caminho, verdade e vida”: “Seu coração misericordioso proporcionava ao discípulo inquieto o ensejo ao bem, até ao derradeiro instante. (...) ensinou-nos Jesus que é preciso oferecer portas ao bem, até a última hora das experiências terrestres, ainda que, ao término da derradeira oportunidade, nada mais reste além do caminho para o martírio ou para a cruz dos supremos testemunhos”.

No Evangelho de Mateus, Jesus afirma ser estreita a porta que conduz à salvação e que poucos a encontram. “Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta da perdição e espaçoso o caminho que a ela conduz, e muitos são os que por ela entram. — Quão pequena é a porta da vida! quão apertado o caminho que a ela conduz! E quão poucos a encontram! (Mateus, 7:13 e 14.)”.

Allan Kardec nos traz o complemento explicativo, pelos ensinamentos dos Espíritos Superiores da Codificação Espírita, em “O Evangelho Segundo o Espiritismo”: “Larga é a porta da perdição, porque são numerosas as paixões más e porque o maior número envereda pelo caminho do mal. É estreita a da salvação, porque a grandes esforços sobre si mesmo é obrigado o homem que a queira transpor, para vencer suas más tendências, coisa a que poucos se resignam. É o complemento da máxima: ‘Muitos são os chamados e poucos os escolhidos’.”

Esforços para transpor a porta estreita
Explicam-nos os mensageiros da Boa Nova, nessa incomparável obra, que o homem, chamado a escolher o caminho que deseja trilhar, usando de seu livre-arbítrio e, assim, assumindo a consequência de suas escolhas, muitas vezes envereda pelo caminho do mal e se deixa levar por seu orgulho, egoísmo e vaidade, pelas paixões materiais e pelas más tendências que traz ainda arraigadas a seu Espírito milenar. Poucos, porém, são aqueles que, às custas de grandes esforços, conseguem lançar mão dos desejos e ideias materialistas e conquistar virtudes que conduzirão ao caminho da porta estreita rumo à felicidade.

O Espiritismo nos ensina que todos somos criados em estado de simplicidade e ignorância. No esforço que devemos empregar para nos melhorarmos e evoluirmos, equívocos são cometidos e maus hábitos adquiridos. Entretanto, as oportunidades de aprendizado e reparação sempre se sucedem, para que possamos nos harmonizar com as Leis Divinas, purificando-nos de todos os vícios e más tendências. Fazendo-nos transpor a porta estreita referida por Cristo, cuja figura representa a dificuldade enfrentada no processo de libertação e evolução pelo qual todos seguiremos.

Roteiro seguro
Conseguir salvar-se significa se livrar da ruína ou perigo, a fim de prosseguirmos em paz, para a construção da felicidade que desejamos. O Evangelho de Jesus é o roteiro seguro para todos aqueles que querem preservar-se do mal e trilhar o caminho reto para a evolução. Depende unicamente de nós seguir o caminho do bem, que nos fará felizes, ou o do mal, que nos conduzirá ao sofrimento. Conforme a escolha que fizermos, estaremos entrando em uma dessas portas. A porta estreita é a entrada para a evolução espiritual, a porta larga é a entrada para a ilusão material.

A Espiritualidade Superior é enfática ao afirmar que o homem, pelos seus esforços, pode vencer as suas más inclinações. Os espíritos nos dizem, na questão 909 de “O Livro dos Espíritos”, que o que nos falta é vontade de se reformar e ainda lamentam: “Ah, quão poucos dentre vós fazem esforços!”. A Doutrina Espírita nos ensina que, cedo ou tarde, todos os Espíritos conquistarão o Reino de Deus.

Como bem nos resume o Espírito Amélia Rodrigues, pela psicografia de Divaldo Franco: “Realmente, é estreita a porta da salvação, mas encontra-se acessível a todos quantos a desejam ultrapassar”.

KARDEC, Allan. “O Evangelho Segundo o Espiritismo”; “O Livro dos Espíritos”.
FRANCO, Divaldo Pereira - Amélia Rodrigues. “Vivendo com Jesus”.
XAVIER, Francisco Cândido - Emmanuel. “Caminho, verdade e vida”.

Faça seu login para comentar!
06/05/2024 10:15

A fé e a caridade

29/04/2024 09:50

Esquecimento do passado

22/04/2024 08:43

Provas e expiações

15/04/2024 10:00

Autoridade de Jesus

25/03/2024 11:01

Deus e o Espiritismo

18/03/2024 10:45

O verdadeiro espírita

11/03/2024 09:40

Fé raciocinada

04/03/2024 09:42

O passe espírita

26/02/2024 10:38

A casa espírita