Uma história épica

25/03/22 às 08h45



Uma mulher dotada de paixão,   determinação e  senso de humor inesquecíveis,  Isabel Allende  brinda seus leitores com seu mais recente livro, “Violeta”  (Editora Bertrand Brasil, 320 páginas, R$ 59,90), uma história épica profundamente inspiradora e emocionante. 

Primeira menina de uma família de cinco irmãos,  Violeta veio ao mundo  em um dia tempestuoso de 1920 e, desde o nascimento,  sua vida foi marcada por acontecimentos extraordinários.  Nascida com a gripe espanhola, viveu até a pandemia de 2020, testemunhando um século de histórias  marcantes. 

Sua família  escapa das ondas de um guerra mas tropeça  na Grande Depressão,  quando perde tudo o que tem e é obrigada  a migrar para uma região remota do país, onde Violeta   atinge a maioridade  e tem o primeiro pretendente. Numa longa carta dirigida a uma pessoa amada, ela fala sobre suas decepções amorosas e romances apaixonados,  os momentos de pobreza e prosperidade, as perdas terríveis e as imensas alegrias,  em uma vida moldada por acontecimentos únicos,  como a luta pelos direitos da mulher,  a ascensão e  a queda de tiranos e duas pandemias. 

Nascida em  1942,  a escritora Isabel Allende passou a primeira infância no Chile e depois do golpe militar que instalou a ditadura naquele país, em 1973, exilou-se na Venezuela e atualmente vive na Califórnia. Iniciou sua carreira literária como jornalista e, em 1982, seu primeiro romance, “A casa dos espíritos,” tornou-se um dos títulos mais importantes  e consagrados  da literatura latino-americana.  A este se seguiram outros,  todos com sucesso internacional.  Sua obra foi traduzida  para mais de  quarenta idiomas,  com vendas que ultrapassam  os setenta e cinco milhões   de exemplares, o que a tornou a  escritora  mais lida em língua espanhola. 

Recebeu    mais    de  60 prêmios internacionais, entre os quais o Prêmio Nacional de Literatura do Chile, em 2010, o Prêmio Hans Christian Andersen na Dinamarca, em 2012, bem como a Medalha da Liberdade  nos Estados Unidos, a mais elevada distinção civil, em 2014. 

No ano de 2018, Isabel   Allende    se   tornou a primeira escritora de língua espanhola agraciada  com a medalha de honra do National Book  Award, nos Estados Unidos,   por sua grande contribuição  para o mundo das letras.

Trecho:
“Primeiro    houve     um    governo    de transição, uma democracia limitada, cautelosa,  que duraria vários anos.  A democracia não trouxe o caos que a propaganda da ditadura prognosticara;  os que se beneficiaram de forma escandalosa com o  sistema econômico continuaram tendo poder;  ninguém pagou pelos crimes cometidos. Emergiram os partidos políticos que tinham sobrevivido na sombra e outros novos; as instituições que acreditávamos mortas ressuscitaram, e aceitamos o tácito acordo de fazer o mínimo de barulho  para não provocar os militares.  O ditador voltou tranquilamente para casa, aclamado por seguidores e defendido  pela direita.  A imprensa se livrou do peso da censura e aos poucos fomos conhecendo  os aspectos mais sinistros dos anos anteriores,  mas a palavra de ordem  era tapar o passado  com um manto de esquecimento para construir o futuro.”
(página 282)
        
MEDITAÇÃO COM CIÊNCIA   
Escrito  por Daniel J. Siegel, médico e professor de psiquiatria, “Sabedoria do agora” (Editora Paidós, 368 páginas, R$ 74,00)  traz uma prática pioneira de meditação baseada na ciência,  a partir de um estudo aprofundado sobre o tema. O autor fornece ao leitor instruções para dominar a “Roda da Consciência,” uma ferramenta  que ajuda a  desenvolver um cérebro mais saudável, a cultivar o foco e  a  reduzir o medo, a ansiedade e o estresse. São passos simples, fáceis de aprender e de aplicar nas experiências diárias, segundo o autor. 

URSO QUE É UM COELHO  
Escrita   por   Andrea  J. Loney, a obra “O urso-coelho” (Editora Tordesilhinhas, 32 páginas, R$ 49,00), conta a história de um personagem que nasceu como urso  mas faz  tudo o que um coelho faz.  Saltita pela floresta, franze o nariz e mordisca morangas, mas os outros animais da floresta  acham o comportamento muito estranho. Ele então inicia uma jornada de entendimento e  aceitação. Originalmente publicado nos Estados Unidos em  2017,  o livro   foi  indicado em uma lista para falar para crianças sobre identidade de gênero.     

Leituras:
“A    guerra   terminará, os líderes apertarão as mãos, e  aquela velha mãe esperará por seu filho martirizado,  e  aquela mulher  esperará  por seu amado marido, e  aquelas crianças esperarão por seu pai herói... Não sei quem vendeu a pátria, mas vi quem pagou o preço.”
(Mahmoud Darwish, poeta da resistência palestina).

Destaques:
CAMINHOS NA NOITE    
   

\

Autor: Alcione Sortica                     

O autor é natural de Cachoeira do Sul, com destaque na literatura como contista, cronista, ensaísta e poeta. Em “Caminhos na noite,” lançado em 2018, ele apresenta causos, contos, crônicas e poemas.  Foi premiado com o Troféu Pedro Aleixo – Personalidade Notável- e com o Troféu Carlos Drummond de Andrade e participou de diversas academias de letras do país. Também escreveu, entre outros, os livros “Cacos do Tempo,” “Beira de Açude,” Peneirando Estrelas,” “Um ponto no tempo”  e “Plenilúnio.”
Editora Alternativa. 160 páginas.  
        
A FERRO E FOGO II– TEMPO DE GUERRA              

\
Autor:
Josué Guimarães                           

Obra-prima deste escritor gaúcho,  nascido em São Jerônimo em 7  de janeiro de 1921 e  falecido em  23 de março de 1986.  Depois de Érico Veríssimo é, sem dúvida,  o escritor mais importante da história recente do Rio Grande do Sul e um dos mais importantes do país. “A ferro e fogo II– tempo de guerra,” juntamente com o volume I, “Tempo de solidão,” e o último “Tempo de angústia,” que ficou inconcluso,  são romances clássicos da literatura brasileira que abordam a saga da colonização alemã  no Brasil.  Foi sistematicamente perseguido pela ditadura militar, tendo que escrever com um pseudônimo, mantendo admirável coerência  que acabou por alijá-lo  do meio cultural oficial.
Editora L & PM.  265  páginas. R$ 44,90.      

(As obras apontadas  no Blog dos Livros  podem ser encontradas   junto à Revistaria e Livraria Nascente,  na Rua Saldanha Marinho,   1423, Cachoeira   do Sul) 

\   

24/06/22 às 08h50

Cuidado materno

17/06/22 às 09h00

Um clássico radical

10/06/22 às 08h50

Deixando coisas para trás

03/06/22 às 08h55

Afeto de mãe

27/05/22 às 08h47

Uma fábula inspiradora

13/05/22 às 09h40

Os labirintos do poder

06/05/22 às 08h35

Transformando vidas

29/04/22 às 09h00

Um jardim especial

22/04/22 às 13h05

Uma mulher extraordinária

16/04/22 às 09h45

A guerreira de lampião