Blog Do Mistério

Entre penas e versos: a misteriosa morte de Edgar Allan Poe

25/01/2024 09:21 - por Gisele Wommer

Fotos: Wikimedia Commons

O mês de janeiro marca a data de nascimento do grande poeta e contista americano Edgar Allan Poe. Passados 175 anos de sua morte, Poe é lido, comentado e celebrado pelo mundo todo, mas quando estava vivo enfrentou o preconceito de uma sociedade que não entendia sua obra, por isso nunca teve reconhecimento na carreira de escritor e sofreu com sérias dificuldades financeiras. Hoje em dia é estudado e idolatrado como o precursor de vários gêneros na literatura e inspiração para muitos escritores.

Recentes adaptações cinematográficas de sua obra colocaram novamente em pauta um assunto que mexe com o imaginário popular até hoje: o que causou a morte de Edgar Allan Poe?

Os fatos que precederam sua morte parecem muito bem retirados de uma de suas próprias histórias. Poe faleceu em 7 de outubro de 1849, quando tinha apenas quarenta anos de idade. Sua partida foi marcada por um cenário enigmático, desencadeando diversas teorias sobre as circunstâncias que ceifaram sua vida.

Quatro dias antes de morrer, Poe foi descoberto nas ruas de Baltimore (EUA), em um estado delirante, clamando por ajuda desesperadamente. Ao ser levado ao hospital da Universidade Washington, Poe não conseguiu fornecer uma explicação coerente sobre como chegou àquele estado, deixando um mistério em torno de seus últimos momentos.

Ele foi retirado da sarjeta, aparentando estar altamente embriagado. Não usava o terno escuro de lã que lhe era habitual, mas sim roupas surradas, muito maiores do que ele, que suspeitaram pertencer a outra pessoa.

As especulações sobre as causas da morte de Poe abrangem uma gama ampla de possibilidades. Alguns acreditavam que os irmãos de sua pretendente lhe espancaram antes que eles viessem a se casar, uma vez que Poe não tinha boa reputação na conservadora sociedade americana. Também se levantou a possibilidade de o escritor estar sofrendo de cólera, raiva, sífilis, ter sido envenenado ou até mesmo ter um tumor cerebral.

A mais criativa de todas as teorias dá conta de que Edgar pode ter sido vítima de uma gangue que obrigava pessoas a votarem em determinados candidatos várias vezes, utilizando identidades diversas. Existe a possibilidade de que Poe tenha sido abordado por dois homens, que após obrigá-lo a votar, o embriagaram e jogaram na sarjeta. Este golpe era muito comum nos Estados Unidos na época.

Apesar de várias pessoas defenderem estas e outras teorias, dificilmente será possível que se estabeleça a verdade.

A morte de Poe foi seguida por um obituário escrito por Rufus Griswold, um crítico e antologista que se tornaria executor literário das obras de Poe. Curiosamente, Griswold, apesar de ter sido um rival do escritor, publicou sua primeira biografia completa, retratando-o como um indivíduo depravado, alcoólatra e louco. Acredita-se que muitas das evidências utilizadas para construir essa imagem foram forjadas por Griswold, apesar das denúncias de amigos de Poe, essa interpretação, embora contestada, teve um impacto duradouro na percepção popular do autor.

Poe foi incompreendido na vida e difamado após a precoce morte, mas deixou de legado uma escrita singular, atualmente apreciada e consumida por muitas pessoas, como ele almejou enquanto viveu.

Faça seu login para comentar!
11/04/2024 11:18

A expedição Franklin

04/04/2024 09:47

Otzi, o homem do gelo

28/03/2024 09:20

O festival de Ostara

21/03/2024 08:49

O hospital das Cinco Chagas

14/03/2024 09:45

O Wendigo

07/03/2024 09:30

A Dama da Noite

22/02/2024 09:35

A vila dos loucos