Blog dos Espíritos

Intervenção dos Espíritos no mundo corporal

18/07/2022 08:45 - por Eleni Maria Machado

Os Espíritos veem tudo o que fazemos? Podem ver, pois que constantemente nos rodeiam. Entretanto, cada um só vê aquilo a que dá atenção. Não se ocupam com o que lhes é indiferente.

E eles podem conhecer os nossos mais secretos pensamentos? Sim, e muitas vezes chegam a conhecer o que desejarias ocultar de si mesmo, sejam os atos ou os pensamentos.

E o que pensam de nós esses Espíritos que nos cercam e observam? Depende da condição do Espírito. Os levianos nos pregam pequenas peças e riem de nossas impaciências. Os Espíritos sérios se condoem dos nossos reveses e procuram nos ajudar.

Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos


Os Espíritos influem em nossos pensamentos e em nossos atos? “Muito mais do que imaginais. Influem a tal ponto que, de ordinários, são eles que vos dirigem”.

Juntamente com os pensamentos que nos são próprios, há outros que nos sejam sugeridos? “Vossa alma é um Espírito que pensa. Não ignorais que, frequentemente, muitos pensamentos vos acodem a um tempo sobre o mesmo assunto e, não raro, contrários uns dos outros. Pois bem! No conjunto desses pensamentos, estão sempre de mistura os vossos com os nossos. Daí a incerteza em que vos vedes. É que tendes em vós duas ideias a se combaterem”.

E como distinguir os pensamentos que nos são próprios dos que nos são sugeridos? “Quando um pensamento vos é sugerido, tendes a impressão de que alguém vos fala. Geralmente, os pensamentos próprios são os que vêm em primeiro lugar. Afinal, não vos é de grande interesse estabelecer essa distinção. Muitas  vezes, é útil que não saibas fazê-la. Não a fazendo, age o homem com mais liberdade. Se se decide pelo bem, é voluntariamente que o pratica; se toma o mau caminho, maior será a sua responsabilidade”.

É preciso compreender que, mesmo sofrendo influência dos Espíritos, temos a condição de aceita-la ou não e, portanto, somos responsáveis pelas escolhas que fazemos.

Espírito bom ou Espírito mau?


E como distinguir o pensamento sugerido por um Espírito bom de um pensamento sugerido por um Espírito mau? Estudemos o caso. Os bons só aconselham o bem. Compete a cada um de nós, usando o bom senso, discernir entre um e outro.

O homem pode eximir-se da influência dos Espíritos que procuram arrastá-lo ao mal? Pode. Atraímos os Espíritos pela lei das afinidades e, portanto, eles só se apegam aos que, pelos seus desejos, os chamam, ou aos que, pelos seus pensamentos, os atraem.

Pensamentos


Qual é a causa a que uma ideia, a de uma descoberta, por exemplo, surja em muitos pontos ao mesmo tempo? Durante o sono os Espíritos se comunicam entre si. Quando se dá o despertar, o Espírito se lembra do que aprendeu e o homem julga ser isso um invento de sua autoria. Assim é que muitos podem simultaneamente descobrir a mesma coisa. Quando dizemos que uma ideia paira no ar, usais de uma linguagem mais exata do que supões. Todos, sem o suspeitarem, contribuem para propagá-la.

O espírito não se acha encerrado no corpo, como numa caixa; irradia por todos os lados e, portanto, pode comunicar-se mesmo em estado de vigília (desperto) com outros Espíritos, se bem que com maior dificuldade.

Os Espíritos que simpatizam conosco atuam cumprindo uma missão? “Não raro, desempenham uma missão temporária; porém, na maioria das vezes, são apenas atraídos pela identidade de pensamentos e sentimentos, assim para o bem como para o mal.”

(O Livro dos Espíritos, cap. IX)

21/11/2022 08:47

Esquecimento do passado

31/10/2022 08:55

O homem de bem

24/10/2022 08:40

Caridade e amor ao próximo

10/10/2022 15:11

Pobres de espírito?

03/10/2022 09:59

Da lei de liberdade

26/09/2022 09:23

A fé transporta montanhas

12/09/2022 09:03

Direito à vida

05/09/2022 09:42

Bem-aventurados os aflitos