Tereza Bicuda – Lenda Urbana

10/03/22 às 09h40



\

Cidades interioranas e seus mistérios. Essa lenda vem de Jaraguá, Goiás, e dizem que por lá não há quem não conheça.

Aconteceu há algum tempo. Uma mulher vivia com a mãe nas pacatas ruas da cidade e tinha fama de maltratar a idosa. Relatos dão conta de que Tereza batia na mãe, obrigava que ela pedisse dinheiro nas ruas e até a acorrentava. Os vizinhos a apelidaram de Tereza Bicuda, numa alusão aos lábios grandes da moça e o asco que sentiam dela pelas suas atitudes.

Contam que, certo dia, Tereza chegou a colocar um freio de cavalo na mãe e montar nas suas costas, fazendo um escândalo de gritarias pelas ruas. Desgostosa, a mãe logo morreu, mas antes excomungou a filha. Sem a mãe, Tereza entregou-se ao álcool, vivia embriagada gritando palavrões pelas ruas e era uma das poucas moradoras que não ia na igreja. As pessoas começaram a falar que Tereza estava possuída pelo demônio.

Certo dia amanheceu morta, de forma misteriosa. Foi aí que tudo piorou. Enterrada no cemitério da cidade era vista pelas ruas com frequência junto com a mãe, a quem continuou a surrar pela eternidade. Incomodados com o fantasma que fazia questão de aparecer para todos os moradores, os vizinhos exumaram o corpo de Tereza e enterraram próximo a igreja do Rosário, em busca que sua alma encontrasse a paz, mas foi em vão.

No desespero, a população levou seu corpo para a serra do Jaraguá, de onde Tereza parou de ir importunar na cidade, mas a história não acabou aí. Pois próximo a sua nova cova nasceu um cajueiro amaldiçoado e ninguém nunca conseguiu pegar um fruto sequer, pois um enxame de abelhas sempre atacava quem tentasse.

E dizem que, a alma da malvada Tereza ainda aparece pelas noites de lua cheia, na serra do Jaraguá. Ela gosta de assustar as pessoas e montar em suas costas, igual costumava a fazer com a sua falecida mãe.

Curiosidade: Todos os locais citados no post podem ser visitados em Jaraguá, Goiás.

“Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler”. A menina que roubava livros.

23/06/22 às 09h26

O caso Varginha

16/06/22 às 08h30

Um par infernal

09/06/22 às 08h40

A Loira do Banheiro

02/06/22 às 08h45

O cavalo e o cemitério

26/05/22 às 08h37

Quadros de crianças chorando

12/05/22 às 11h00

Um personagem sombrio

05/05/22 às 08h30

A Caixa de Dibbuk

28/04/22 às 09h00

A garota poltergeist

21/04/22 às 09h36

Os fantasmas do Theatro

14/04/22 às 09h55

A moça do táxi